Evitrinne Amor à Saúde: Dezembro 2015

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Como manter-se saudável no Inverno?

O Inverno leva muitas pessoas a tomar medicamentos para constipações, gripes, e outros problemas de saúde associados à baixa-imunidade. 

O nosso organismo fica doente quando temos as nossas defesas em baixo. E como o Inverno exige mais do nosso organismo (temperaturas baixas, humidade, vento, etc.) temos de acompanhar as suas exigências e aumentar as suas defesas.

A melhor forma de aumentar as nossas defesas é através de uma alimentação rica em anti-inflamatórios e antioxidantes e evitar alimentos que baixam as defesas.

Alimentos anti-inflamatórios e antioxidantes:

  • Açafrão da índia (deve ser consumido com pimenta preta para uma melhor absorção)
  • Gengibre (pode ser em forma de chá)
  • Canela (pode-se juntar aos chás)
  • Mel (pode-se juntar aos chás)
  • Água morna com limão de manhã em jejum
  • Óleo de coco / água de coco / coco ralado / polpa de coco
  • Azeite
  • Frutos e legumes vermelhos 
  • Romã
  • Abacate
  • Vegetais verdes
  • Alho
  • Abóbora
  • Chá verde
  • Cacau puro (sem adição de açúcar)
  • Batata doce
  • Sal integral (Sal dos Himalaias, Flor de Sal, Sal não refinado)
  • ...
Alimentos a evitar por baixarem as defesas do organismo:
  • Açúcar
  • Leite
  • Alimentos processados (bolachas, pão...)
  • Alimentos refinados (farinhas brancas, arroz branco, batata...)
  • Alimentos com glúten

- Aposte numa alimentação rica em vegetais, legumes, frutas, frutos secos, grãos, algas, peixe e ovos. 

- Mantenha-se quente e livre de gripes com chá de gengibre, canela, mel e um pouco de sumo de limão.

- Mantenha-se hidratado bebendo 1 ou 2 copos de água morna a cada hora. Manter a água morna numa garrafa térmica.

- No caso de constipação ou gripe, apostar mais nos alimentos anti-inflamatórios, beber chás de gengibre, limão, mel e canela, beber bastante água morna ou um pouco quente e manter o corpo quente (pés, zona do peito e zona renal).  


Artigos Relacionados:

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Natal com saúde!

O Natal é a celebração da família, da união e do amor. Mas grande parte das pessoas festeja esta data com excessos alimentares. Para evitar problemas de saúde súbitos, muito comuns nesta data, podemos optar por alternativas saudáveis sem deixar a tradição gastronómica de parte.

Algumas orientações:

- Beber chá de gengibre com canela ou açafrão da índia com pimenta preta e canela para ajudar a desintoxicar o fígado no caso de haver alguns excessos.

- Beber chá de S. Roberto no caso de digestões difíceis.  

- Usar canela nas receitas doces para evitar picos glicémicos.

- Evitar bebidas frias porque atrapalham a digestão.

- Comer devagar e mastigar bem para evitar afrontamentos. 

- Não usar óleos hidrogenados nos fritos para não prejudicar a saúde do coração e artérias.

- Caminhar ou mexer-se de alguma forma depois da refeição para facilitar a digestão.

- Contudo, evite excessos. O Natal é um momento familiar e deve ser celebrado com equilíbrio e harmonia, enfatizando a mensagem deste dia: a família e o amor. Os excessos poderão quebrar a mensagem.

- Evitem oferecer bombons às pessoas, a não ser que sejam de chocolate amargo onde o primeiro ingrediente não seja açúcar. Aproveitem esta época para oferecer algo que ajude as pessoas no seu dia a dia: livros de auto-ajuda, livros de saúde, produtos saudáveis, produtos de fitoterapia, etc.




terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Na consciência encontramos a harmonia...

As relações humanas são conflituosas porque, no dia a dia, fugimos do nosso estado de consciência. Parece que entramos num estado de consciência apenas na hora da aflição, quando não nos resta outra opção. Depois da situação resolvida voltamos ao normal, e regressamos ao estado de inconsciência. E o circulo repete-se.
É preciso reflectirmos realmente sobre quem somos e sobre quem queremos ser. Enquanto não trabalharmos pela consciência, o conflito entra num círculo vicioso... consciência - inconsciência - consciência - inconsciência... Criamos o problema para depois o resolvermos. É um mecanismo da mente que não sabe parar. Somos prisioneiros da mente. Cabe a nós termos consciência de como a mente funciona e não permitir que ela nos guie, porque a mente não é nada mais do que um instrumento nosso e, por ser mal usado por nós, acabou a ser a mente a comandar-nos.
Por isso é importante a meditação, o exercício físico, a boa alimentação. Estes bons hábitos permite-nos controlar a mente e libertar-nos. Permite-nos um controlo sobre a nossa vida. A mente volta a ser um instrumento que utilizamos e deixamos de ser seus prisioneiros. 
Só na consciência encontramos a harmonia.

Alimente a harmonia para que a harmonia alimente a sua vida!