Evitrinne Amor à Saúde: Fevereiro 2015

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Manteiga ou Margarina?

É comum vermos nos meios de comunicação social todo o tipo de publicidade a margarinas "mais saudáveis", com "menos gorduras" e, "amigas da saúde". Mas a realidade não é bem esta. 

Como diz o Dr. Victor Sorrentino "A margarina promove o que ela se propõe a tratar!"

A margarina que tem substituído a manteiga nas mesas dos consumidores não é de todo um alimento natural e saudável. Trata-se de extractos de óleos vegetais trans (gordura má), que juntamente com outros componentes, próprios do processo de industrialização, são muito maléficos para a nossa saúde.

Segundo o Dr. Victor Sorrentino a sua composição inclui: Solventes de petróleo (geralmente hexano), ácido fosfórico, soda, ácidos clorídrico ou sulfúrico, passa pela catalização com níquel para deixar o produto hidrogenado. No final temos um produto com grandes prazos de validade e com uma textura fácil de barrar: um não-alimento, como refere o mesmo médico. 

Ele refere ainda que a margarina pode estar relacionada comprovadamente a
  • disfunções imunológicas
  • danos no fígado
  • danos nos pulmões
  • danos nos órgãos reprodutores
  • distúrbios digestivos
  • diminuição da capacidade de aprendizagem e de crescimento
  • problemas de peso
  • aumento do risco de cancro
  • transtornos com o colesterol
  • problemas nas artérias: ateriosclerose
  • doenças cardíacas

Entre a margarina ou a manteiga, mil vezes a manteiga. Mas, ainda assim, não abuse uma vez que é de origem animal e contém lactose. Para retirar mais proveito da manteiga e diminuir os malefícios faça manteiga Ghee em casa. Ela fica sem as toxinas e sem a lactose. Veja aqui como se faz. 

Escolha sempre gorduras boas na sua alimentação como o azeite e o óleo de coco. Para além de não serem prejudiciais tem inúmeros benefícios para a saúde. 

Artigos Relacionados:

Manteiga Ghee. Como fazer?


A manteiga Ghee é muito utilizada na Índia. É uma versão mais saudável da manteiga que conhecemos, onde todas as toxinas e elementos nocivos são extraídos. 

Modo de preparação:

  • Comprar manteiga (de preferência sem sal).
  • Colocá-la numa panela e deixar levantar fervura (pode ser ou não em banho-maria).
  • Deixar ferver menos de 1 minuto em lume baixo, apenas para separar bem as toxinas. 
  • A manteiga irá ficar com dois depósitos de toxinas, um em cima e outro por baixo. Só iremos aproveitar o conteúdo intermédio, amarelo. 
  • Retirar, com uma colher, a espuma branca que fica em cima durante a fervura.
  • Coar com um coador simples ou um pano fino para um recipiente de vidro, mas ter cuidado para que o conteúdo branco que tem em baixo não passe pelo coador. Tudo o que é branco é para eliminar. 
  • Deixar arrefecer e colocar uma tampa.
  • Está pronta a consumir. 


Mais uma vez recomendo usá-la com moderação. Existem gorduras muito mais benéficas à saúde como o azeite e o óleo de coco. 

Artigos Relacionados:

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Hipertensão Arterial

A pressão arterial alta é um problema cada vez mais frequente na sociedade devido à má alimentação e à falta de exercício físico. 

Ela é um problema de saúde porque significa que o nosso organismo está oxidado e inflamado, e isso vai-se visualizar nas nossas artérias. E se as artérias não estão com saúde (estão duras e osbtruidas) vão fazer um esforço extra para bombear o sangue, fazendo com que a pressão arterial suba. Isto significa que a hipertensão não é um problema em si mesmo, é um alarme de um problema maior. 

Por isso, ao baixar a pressão arterial com medicamentos não estamos a tratar a causa e o problema continua no nosso organismo.

Para ter umas artérias saudáveis devemos eliminar o açúcar e o excesso de hidratos da nossa alimentação, e substitui-los por hidratos de qualidade como o arroz integral e a quinoa. O açúcar poderá ser substituído por açúcar mascavado ou de coco (ainda assim com muita moderação). O açúcar e os hidratos são a principal causa da obstrução das artérias. 

As gorduras consideradas más são outro factor de obstrução das artérias: óleos refinados e margarinas. Substitua estas gorduras pelo azeite e óleo de coco. 

Uma vez que a pressão arterial é um sinal de oxidação e inflamação das artérias, devemos, naturalmente ingerir alimentos anti inflamatórios e antioxidantes:
  • Açafrão da Índia (consumir juntamente com pimenta para que a absorção do Açafrão da Índia aumente de 15% para 75%)
  • Açaí
  • Cacau: puro ou em chocolate com, pelo menos, 70% de cacau.
  • Ómega 3 (prefira ingerir mais peixe do que carne na sua alimentação)
  • Gengibre
  • Alho e cebola
  • Óleo de coco
  • Abacate
  • Chá verde

Hábitos que fazem baixar a pressão arterial:
  • Sal Integral - existem pessoas que deixaram a medicação da pressão arterial só com a adopção do sal integral devido à grande quantidade de minerais como o magnésio. (Dr. Lair Ribeiro)
  • Magnésio
  • Beber água morna em vez de água fria. (A água fria sobe a tensão arterial.)
Para além de uma alimentação saudável, o exercício físico é fundamental para mantermos as nossas artérias saudáveis com uma boa irrigação sanguínea. 

Artigos Relacionados:

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Panquecas sem farinha

Uma vez que o pão já não faz parte da minha alimentação,  e que os hidratos em excesso são prejudiciais, são bem vindas todas as receitas que não os contenham. 

Como esta receita aparece muitas vezes na Internet, decidi experimentá-la. Posso dizer que serve tanto para o pequeno almoço como para o lanche. 

Ingredientes:
2 ovos
1 banana

Preparação:
  • Bater tudo no liquidificador 
  • Aquecer uma frigideira quente com um pouco de óleo de coco ou, para quem não tiver, um pouco de manteiga (mas nunca margarina que é muito prejudicial à saúde). 
  • Colocar um pouco de massa e virar assim que ganhar alguma consistência. 
Se a frigideira for pequena dá para duas ou três panquecas. 

Bom Apetite!

Artigos Relacionados:

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Informações úteis sobre saúde

Existem alguns padrões na nossa alimentação que foram adquiridos pela informação que a indústria alimentar nos disponibiliza nos meios de comunicação social. 

Existem também outros hábitos que, infelizmente, não devem fazer mais parte da nossa alimentação porque os alimentos de hoje não são mais os de antigamente. O processo de industrialização alterou os de tal forma os alimentos tornando-os prejudiciais à nossa saúde. 

Partilho aqui mais algumas informações sobre saúde. 



Artigos Relacionados:
Interesses sobre saúde
Curiosidades e mitos da saúde
Os melhores hidratos para a nossa saúde
Substituições saudáveis