Evitrinne Amor à Saúde

sábado, 11 de março de 2017

Marcha pela Atribuição das Cédulas Profissionais aos Terapeutas Não Convencionais

Marcha de apoio aos Profissionais de Saúde de Medicina Natural que se formaram após 2013 e estão impedidos das respectivas Cédulas Profissionais para que possam exercer.

Dia 4 de Abril, às 14.30 na Praça Marquês de Pombal, em Lisboa ou, cerca de uma hora ou hora e meia depois, em frente à Assembleia da República (para quem não conseguir estar presente na Marcha). 

"O Movimento Cívico das TNC - Cédulas Profissionais e a UE-TNC vêm por este meio convocar uma MANIFESTAÇÃO para dia 4 DE ABRIL, pela prorrogação do prazo de atribuição das cédulas profissionais nas TNC!

Convidamos e apelamos a que todos os prejudicados por esta situação, associações ligadas às TNC, escolas de formação, etc., participem e mobilizem para esta grande iniciativa!

Juntos somos mais fortes, por uma causa que é de todos!

O que aconteceu em 2013?
Desde que a lei 71/2013 foi aprovada, regulamentando as TNC (Osteopatia, Naturopatia, Homeopatia, Medicina Tradicional Chinesa, Fitoterapia, Acupunctura e Quiropráxia) em Portugal, só é possível aos seus profissionais exercer legalmente sendo-lhes atribuída uma cédula profissional correspondente à da sua terapêutica. Esta cédula profissional é emitida pela ACSS

Como posso pedir a Cédula Profissional?
As candidaturas da ACSS para atribuição de cédulas profissionais só foram abertas para aqueles que estavam a exercer comprovadamente à entrada em vigor da Lei nº 71/2013, tendo terminado o seu prazo a 19 de Fevereiro de 2016. Muitos foram os profissionais que não as pediram, uma vez que o assunto foi pouco divulgado.
Desde então, ninguém que se tenha formado (ou esteja em formação) nas escolas profissionais poderá exercer legalmente (excepto aqueles que ingressaram nas novas licenciaturas de Osteopatia).
Quem não se tiver candidatado até àquele prazo, só poderá ter acesso à cédula caso seja licenciado numa das TNC. Quem exercer sem cédula, poderá será multado e ficar impedido de pedir cédula profissional durante 3 anos. Para além disso, estará a cometer um crime (usurpação de funções).

Mas já há cursos no Ensino Superior?
Não, com a excepção de Osteopatia (sendo que quando essas licenciaturas abriram, já havia finalistas nas escolas profissionais que, hoje, se vêem impedidos de exercer).

Resumindo: afinal, quem são os lesados nesta situação?
Todos os que não estavam a exercer comprovadamente, os que não terminaram a sua formação até à entrada em vigor da lei ou os que não fizeram o pedido da cédula até à data estipulada.

Então, qual é a alternativa que nos apresentam?
Eis onde reside o problema – não nos é apresentada nenhuma solução! E é precisamente por um alternativa justa que temos vindo a batalhar. A solução que apresentamos passa pela Prorrogação do Prazo de Atribuição de Cédulas até ao 1º licenciado de cada uma das TNC – neste contexto, foi recolhida e entregue, a 24 de Janeiro, na Assembleia da República (AR), uma Petição Pública (Prorrogação do Prazo para Aplicação do Regime Transitório de Atribuição das Cédulas Profissionais, nas Profissões das TNC) que contava com cerca de 14 300 assinaturas. Todos os grupos parlamentares dizem concordar com o absurdo da situação, mas até agora ainda nada foi feito.

Então, com a Petição, qual é a necessidade de nos manifestarmos?
A petição obriga que a mesma seja discutida em AR, mas não obriga a resolver a situação. Para que isso seja possível, é necessário que um dos Grupos Parlamentares ou o Governo apresentem uma proposta que possa ser votada em AR. E é nesse sentido que convocamos esta manifestação! Não podemos permitir que a Petição caia em arquivo, é urgente que esta situação seja resolvida!

Somos milhares nesta situação! Dia 4 de Abril, estará nas nossas mãos exercer a pressão necessária para que a situação mude. Não fiques parado, ninguém irá lutar por nós quando formos os primeiros a nada fazer!" (Movimento Cívico das TNC - Cédulas Profissionais

Partilhem e apareçam.
Obrigado. 

sábado, 10 de dezembro de 2016

Petição para a Atribuição das Cédulas Profissionais nas Terapias Não Convencionais...














Assinem e partilhem.

Pela atribuição das Cédulas Profissionais aos Profissionais das TNC.

Assinar aqui: Petição

Para que a assinatura seja válida, ela tem de estar completa, tal como no B.I. ou Cartão de Cidadão. Depois de assinada a petição, cada pessoa irá receber um e-mail para confirmar a sua assinatura. Só assim a assinatura será aceite. 

"Os profissionais, alunos e famílias referidos no ponto 5 criaram, a nível nacional, o Movimento Cívico das TNC para a Regulamentação Transitória das Cédulas Profissionais, com o intuito de sensibilizar a população, os órgãos de soberania e as entidades com competência para decidir sobre esta matéria, para a necessidade de intervenção urgente na solução desta situação, de forma a serem tuteladas as legítimas expectativas de todos os intervenientes: profissionais, alunos e famílias. 
Para tal, torna-se urgente que: 
a) os profissionais que iniciaram a sua atividade profissional no âmbito de qualquer das TNC após a data de entrada em vigor da Lei 71/2013 de 2 de Setembro, possam solicitar a sua Cédula Profissional, junto da ACSS, aplicando-se as mesmas regras previstas na Portaria 181/2014 de 12 de Setembro, até á existência de licenciados na área da TNC respetiva; 
b) pela mesma razão e, enquanto não for publicada a legislação especial prevista no nº 6 do artº 19º, deverá ser permitido aceder à solicitação da Cédula Profissional, junto da ACSS, aos alunos que frequentam e terminam as suas formações profissionais, aplicando-se as mesmas regras previstas na Portaria 181/2014 de 12 de Setembro, até à existência de licenciados na área da TNC respetiva. 


Cremos que esta solução será aquela que tutelará os legítimos interesses dos profissionais, dos alunos e famílias, da saúde das populações e do Estado Português." 

domingo, 25 de setembro de 2016

Fome constante...

É comum as pessoas queixarem-se de insaciedade. 

O nosso organismo vive de oxigénio, água, minerais, vitaminas e nutrientes... 

Quando sentimos fome é uma defesa do organismo para pedir essas mesmas necessidades. Se não ingerirmos nutrientes suficientes, o nosso organismo vai voltar a manifestar-se com fome.

Se você tem constantemente fome significa que está a ingerir alimentos processados, pouco nutritivos e viciantes. As frutas, legumes e vegetais devem ser a base da nossa alimentação. São eles que fornecem os nutrientes necessários.

Coma hidratos saudáveis: batata doce, mandioca, arroz integral, quinoa, trigo sarraceno... nenhum deles contém glúten, são integrais e, por isso, contêm nutrientes. 

Ingira gorduras saudáveis: azeite, óleo de coco, frutos secos, abacate, manteiga ghee...

Ingira água antes meia hora de comer: muitas vezes, a sede confunde-se com fome porque, no cérebro, as zonas correspondentes a cada uma delas é muito próxima e, facilmente se confundem. 

Use sal integral: o sal integral, flor de sal ou Sal dos Himalaias, está repleto de minerais que saciam o nosso organismo. 

Alimente o seu organismo com o que ele realmente necessita e deixará de sentir tanta fome.


segunda-feira, 18 de abril de 2016

Tratar a diabetes...

A diabetes é uma doença que tem origem na má escolha nutricional rica em açúcar e hidratos de carbono. Como tal, o seu tratamento passa igualmente pela nutrição.

Ela surge devido ao esgotamento do organismo em processar o açúcar normal e o açúcar dos hidratos de carbono. O organismo não distingue as duas formas de açúcar. 

É importante percebermos que mais de 80% dos alimentos processados contêm açúcar (pão, delicias do mar, molhos, bolachas, bolos, sumos processados, sumos de fruta naturais, etc.). 

Desta forma, o tratamento da diabetes passa por eliminar o açúcar, os hidratos de carbono (sobretudo os de alto índice glicémico) e todos os alimentos processados. 

Quem quiser tratar a diabetes deverá pesquisar sobre "dieta cetogénica". 

Um vídeo do Dr. Lair Ribeiro sobre o tratamento da diabetes:


Artigos Relacionados:


sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Como manter-se saudável no Inverno?

O Inverno leva muitas pessoas a tomar medicamentos para constipações, gripes, e outros problemas de saúde associados à baixa-imunidade. 

O nosso organismo fica doente quando temos as nossas defesas em baixo. E como o Inverno exige mais do nosso organismo (temperaturas baixas, humidade, vento, etc.) temos de acompanhar as suas exigências e aumentar as suas defesas.

A melhor forma de aumentar as nossas defesas é através de uma alimentação rica em anti-inflamatórios e antioxidantes e evitar alimentos que baixam as defesas.

Alimentos anti-inflamatórios e antioxidantes:

  • Açafrão da índia (deve ser consumido com pimenta preta para uma melhor absorção)
  • Gengibre (pode ser em forma de chá)
  • Canela (pode-se juntar aos chás)
  • Mel (pode-se juntar aos chás)
  • Água morna com limão de manhã em jejum
  • Óleo de coco / água de coco / coco ralado / polpa de coco
  • Azeite
  • Frutos e legumes vermelhos 
  • Romã
  • Abacate
  • Vegetais verdes
  • Alho
  • Abóbora
  • Chá verde
  • Cacau puro (sem adição de açúcar)
  • Batata doce
  • Sal integral (Sal dos Himalaias, Flor de Sal, Sal não refinado)
  • ...
Alimentos a evitar por baixarem as defesas do organismo:
  • Açúcar
  • Leite
  • Alimentos processados (bolachas, pão...)
  • Alimentos refinados (farinhas brancas, arroz branco, batata...)
  • Alimentos com glúten

- Aposte numa alimentação rica em vegetais, legumes, frutas, frutos secos, grãos, algas, peixe e ovos. 

- Mantenha-se quente e livre de gripes com chá de gengibre, canela, mel e um pouco de sumo de limão.

- Mantenha-se hidratado bebendo 1 ou 2 copos de água morna a cada hora. Manter a água morna numa garrafa térmica.

- No caso de constipação ou gripe, apostar mais nos alimentos anti-inflamatórios, beber chás de gengibre, limão, mel e canela, beber bastante água morna ou um pouco quente e manter o corpo quente (pés, zona do peito e zona renal).  


Artigos Relacionados:

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Natal com saúde!

O Natal é a celebração da família, da união e do amor. Mas grande parte das pessoas festeja esta data com excessos alimentares. Para evitar problemas de saúde súbitos, muito comuns nesta data, podemos optar por alternativas saudáveis sem deixar a tradição gastronómica de parte.

Algumas orientações:

- Beber chá de gengibre com canela ou açafrão da índia com pimenta preta e canela para ajudar a desintoxicar o fígado no caso de haver alguns excessos.

- Beber chá de S. Roberto no caso de digestões difíceis.  

- Usar canela nas receitas doces para evitar picos glicémicos.

- Evitar bebidas frias porque atrapalham a digestão.

- Comer devagar e mastigar bem para evitar afrontamentos. 

- Não usar óleos hidrogenados nos fritos para não prejudicar a saúde do coração e artérias.

- Caminhar ou mexer-se de alguma forma depois da refeição para facilitar a digestão.

- Contudo, evite excessos. O Natal é um momento familiar e deve ser celebrado com equilíbrio e harmonia, enfatizando a mensagem deste dia: a família e o amor. Os excessos poderão quebrar a mensagem.

- Evitem oferecer bombons às pessoas, a não ser que sejam de chocolate amargo onde o primeiro ingrediente não seja açúcar. Aproveitem esta época para oferecer algo que ajude as pessoas no seu dia a dia: livros de auto-ajuda, livros de saúde, produtos saudáveis, produtos de fitoterapia, etc.




terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Na consciência encontramos a harmonia...

As relações humanas são conflituosas porque, no dia a dia, fugimos do nosso estado de consciência. Parece que entramos num estado de consciência apenas na hora da aflição, quando não nos resta outra opção. Depois da situação resolvida voltamos ao normal, e regressamos ao estado de inconsciência. E o circulo repete-se.
É preciso reflectirmos realmente sobre quem somos e sobre quem queremos ser. Enquanto não trabalharmos pela consciência, o conflito entra num círculo vicioso... consciência - inconsciência - consciência - inconsciência... Criamos o problema para depois o resolvermos. É um mecanismo da mente que não sabe parar. Somos prisioneiros da mente. Cabe a nós termos consciência de como a mente funciona e não permitir que ela nos guie, porque a mente não é nada mais do que um instrumento nosso e, por ser mal usado por nós, acabou a ser a mente a comandar-nos.
Por isso é importante a meditação, o exercício físico, a boa alimentação. Estes bons hábitos permite-nos controlar a mente e libertar-nos. Permite-nos um controlo sobre a nossa vida. A mente volta a ser um instrumento que utilizamos e deixamos de ser seus prisioneiros. 
Só na consciência encontramos a harmonia.

Alimente a harmonia para que a harmonia alimente a sua vida!